Modelo denuncia Louis Vuitton por maus tratos em rede social

A modelo Ulrikke Hoyer denunciou a Louis Vuitton por maus tratos em rede social – Foto: Reprodução/ Instagram

Aos 20 anos, a dinamarquesa Ulrikke Hoyer chegou onde muitas meninas sonham; tornou-se modelo de uma marca famosíssima.

Contratada atualmente pela Louis Vuitton, a top ostenta um corpo longilíneo; mede 1,78 de altura, e tem 79 cm de busto, 61 cm de cintura e 86 cm de quadril.

As medidas, no entanto, não impediram que Ulrikke sofresse maus tratos antes de um desfile recente.

Em sua página no Instagram, ela denunciou a assistente de casting da marca, Alexia Cheval, por maus tratos. Segundo a modelo, ela foi contratada para desfilar a nova coleção da grife no Japão, mas acabou sendo cortada por estar “muito gorda”.

Na rede social, a dinamarquesa diz que, após ter sido reprovada por Alexia, ela foi orientada a se alimentar apenas de água nas 24 horas seguintes.

A modelo Ulrikke Hoyer denunciou a Louis Vuitton por maus tratos em rede social – Foto: Reprodução/ Instagram

“Fiquei chocada quando ouvi o que ela disse. Acordei às 2h da madrugada com muita fome. O café da manhã foi servida à 6:30 – comi absolutamente o mínimo. Eu estava com medo de encontrar Alexia. Para a minha sorte, ele desceu às 8:00, e o meu prato já havia sido levado. Ela disse bom dia para mim e para as outras meninas, me olhou de cima a baixo e depois me olhou de novo. Ela estava tentando descobrir se eu havia comido alguma coisa”, disse a modelo.

“Por volta das 19h, minha mãe me ligou da Dinamarca dando uma péssima notícia. Ela disse que a Louis Vuitton havia cancelado a minha participação no desfile e decidido me enviar de volta para casa. Não só me disseram que eu estava barriguda, como me acusaram de estar com o rosto inchado e ainda me mandaram para casa…”, continuou.

O desabafo continuou com Ulrikke insinuando que os maus tratos sofridos por ela poderiam ter causado sequelas graves se ela fosse mais jovem:

“Fico feliz de eu ter 20 anos e um bom histórico esportivo, e não 15 anos, quando as garotas ainda estão começando neste negócio e ainda tem muita insegurança. Se fosse esse o caso, acredito que eu teria acabado bem doente e marcada por toda minha vida adulta”, completou.

A Louis Vuitton e a assistente de casting da marca, Alexia Cheval, citadas por Ulrikke, não comentaram a acusação.

I just returned from Tokyo/Japan, where Louis Vuitton held a beautiful cruise show in Kyoto, I just never made it to Kyoto cause I was canceled for the show due to being ‘too big’. (I’m a size 34-36) Ashley Brokaw’s caster Alexia had said that there had been some problems during the fitting. According to her I had “a very bloated stomach”, “bloated face”, and urged me to starve myself with this statement “Ulrikke needs to drink only water for the next 24 hours”. I was shocked when I heard it. I woke up at 2am and was extremely hungry. The breakfast started at 6:30am – I had the absolute minimum. I was afraid to meet Alexia so my luck she didn’t arrive until 8am, when my plate was taken off the table. She said good morning to me and the other girls and looked at me, then down on my non-existent plate and up at me again. She was checking if I had been eating food. At 7pm my mother agent from Denmark called my to tell the sad news that Louis Vuitton had chosen to cancel me from the show without the refitting and that I was going to be sent back home. Not only did I have a belly, my face was puffy now also my back was a problem. I am glad I’m 20 years old with an elite sports background and not a 15 year old girl, who are new to this and unsure about herself, because I have no doubt that I would then have ended up very sick and scarred long into my adult life. TO READ THE FULL STORY CLICK IN MY BIO!!!!!!! #LVCruise2018 #mistreatmentofmodels #AshleyBrokaw #thefutureisfemale #sowhyeatingdisorders #youknowitstrue #shareifyoucare #jamespscully

Uma publicação compartilhada por Ulrikke Hoyer (@ulrikkehoyer) em

Tags